Em Branquinha, dupla suspeita de matar homem a facãozadas é presa

Uma operação conjunta entre as policias Civil e Militar, na tarde dessa quarta-feira (31), no município de União dos Palmares, resultou na prisão de dois suspeitos de serem os responsáveis pela morte de Ivaldo Pereira da Silva, de 39 anos.

Os presos foram identificado apenas como Vinicius Roberto da Silva, conhecido como “Né”, de 33 anos, e Antônio Carlos da Silva, conhecido como “Ninho”, de 20 anos. Um terceiro suspeito, identificado apenas como “Favela”, segue foragido.

O crime aconteceu no dia 6 de julho, no município de Branquinha, na Zona da Mata de Alagoas. A vítima bebia na companhia de ‘amigos’, em uma residência no Platô 3, quando iniciou uma discussão com os suspeitos, que terminou em agressão. Os assassinos teriam sacado um facão, momento em que o Ivaldo correu.

Os criminosos teriam saído em perseguição e, não conseguindo superá-los, o homem acabou sendo atingido na perna com um pedaço de bambu. Quando a vítima caiu, os autores desferiram vários golpes de facão em sua cabeça, além de diversas pauladas. Em seguida, a dupla fugiu.

“Provavelmente, a vítima pode ter sido morta por questão de droga. Logo após as investigações, a gente conseguiu os mandados de prisão e eles vinham sendo procurados. E agora, graças a esse trabalho de inteligência conjunta, conseguimos prendê-los”, explicou o delegado Sidney Tenório, titular da delegacia Regional de Branquinha.

A dupla foi localizada e presa em uma residência no Conjunto Santa Fé. Com os indivíduos, foi encontrada uma arma de fogo de calibre não identificado, 29 bombinhas de maconha, 18 pedras de crack e alguns celulares. foram conduzidos à Delegacia Distrital para os procedimentos cabíveis.

O delegado destacou ainda que com a redução no número de homicídios na cidade, “tem sido possível intensificar as investigações de crimes violentos, dando-se assim as respostas esperadas pelas famílias das vítimas e pela sociedade como um todo”.

01/08/2019