Ângela Garrote afirma que desiste de imunidade se aparecer em ameaças a prefeito

A deputada estadual Ângela Garrote usou a tribuna da Assembleia, no retorno do recesso legislativo, para comentar brevemente sobre o caso das supostas ameaças ao prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cesar.

Ângela afirmou que entrou em contato com o secretário de Segurança Pública, coronel PM Lima Júnior, para reforçar o pedido de investigação.

E foi enfática: “Se meu nome for citado em qualquer uma das ocasiões, abro mão da imunidade parlamentar”, afirmou ter dito ao secretário.

A deputada pediu aos colegas que não fizessem apartes, mas ainda assim recebeu o apoio do deputado Inácio Loiola e do deputado Galba Novaes.

No mesmo pronunciamento, de certo modo, a imprensa foi criticada. Mas cabe pontuar que neste aspecto a deputada Ângela precisa compreender que – de maneira geral – a imprensa relatou o fato. É fato que o prefeito se diz ameaçado e isto ocasionou o posicionamento público de adversários políticos do prefeito.

Se houve algum caso pontual diferente disto que seja expressado sem generalizar.

02/08/2019